Connect with us

Nossa Cidade

Prefeitura de Hortolândia informatiza gestão pública com Scriptcase

Publicado

em

Software brasileiro ajuda a prefeitura do interior de São Paulo a aumentar em até 4 vezes a sua capacidade de desenvolvimento de sistemas   
 
Distante 114 km da capital paulista, Hortolândia é uma cidade de 200 mil habitantes cujo setor de tecnologia da Prefeitura tinha dificuldades para prover sistemas de gestão na mesma velocidade que a demanda de suas secretarias e órgãos municipais. Passados dez anos, a administração encontrou na plataforma Scriptcase (www.scriptcase.com.br) a solução ideal para o desenvolvimento rápido de seus próprios sistemas, e por consequência, na modernização dos serviços públicos para população.

 

 A parceria surgiu em 2007, quando a Prefeitura de Hortolândia sentiu a necessidade de sistematizar e integrar os processos de gestão pública. O Scriptcase foi uma peça chave nesse processo. Com um interface visual amigável, a ferramenta reduz em até 80% o tempo de programação: um ótimo caminho para quem tem uma demanda grande por sistemas, mas não trabalha com isso como atividade final.

“O que nos atraiu no Scriptcase foi a curva de aprendizagem rápida, a agilidade no uso e o custo/benefício”, conta Rúbia Rossi, diretora do Departamento de Tecnologia da Informação da Prefeitura de Hortolândia. “Nós não teríamos chegado no estágio atual sem a Scriptcase”, afirma.

Rúbia explica que Hortolândia teria que investir, pelo menos, quatro vezes mais em pessoal para atingir um resultado parecido sem a plataforma. “Em três meses, um estagiário já é capaz de produzir aplicações com a ajuda da solução. Outra vantagem é a padronização das atividades. Se um dos nossos profissionais sair de um projeto, o substituto pode continuar de onde ele parou sem problemas”, diz a diretora.

“O investimento inicial na ferramenta se pagou em poucos meses de uso”, analisa Érico Oliveira, diretor comercial do Scriptcase. Em Hortolândia, a licença permite a utilização do software por um número ilimitado de programadores.

A Prefeitura de Hortolândia já desenvolveu mais de 20 sistemas com o Scriptcase. Eles atendem diversas áreas da administração, como a gestão de obras, gerenciamento de custos, manutenção de equipamentos públicos, banco de alimentos, atendimento e inclusão social.
 

Sobre o Scriptcase:
É um software que facilita e acelera o desenvolvimento de sistemas web. Com o uso de uma interface visual amigável, a plataforma automatiza o trabalho. Criado em 2001 pela NetMake, em Recife, o Scriptcase é utilizado em mais de 125 países. No Brasil, o foco é no setor público – a prefeitura de Diadema e o Corpo de Bombeiros de Pernambuco também usam o sistema.
 
 
Sobre a Press Works:
É uma Assessoria de Imprensa especializada em soluções de comunicação para Pequenas Empresas, Startups e Profissionais Liberais. A Press Works nasceu com o objetivo de dar visibilidade às companhias e pessoas com ideias e negócios inovadores.

Nossa Cidade

Confira as previsão do tempo para o fim de semana

Publicado

em

Previsao Tempo

Previsão do tempo aponta que o sábado (13), amanhece com temperaturas amenas, com mínimas em torno de 10ºC. Sob condição de predomínio de sol, as temperaturas ao longo do dia sobem mais, e a máxima está prevista em 26ºC, e a umidade relativa do ar volta a baixar, assumindo valor mínimo em torno de 30%.

O domingo (14), segue sob previsão de predomínio de sol, baixa umidade relativa do ar, e temperaturas mais elevadas: mínima prevista em 13ºC e máxima em 28ºC.

O começo da próxima semana segue com tempo firme, seco e relativamente quente. Há indicativos de chuva a partir de algum momento entre a próxima quarta e sexta-feira, mas os detalhes ainda contam com um elevado grau de incerteza. 

Continue Lendo

Nossa Cidade

Cobrança pelo serviço de manejo dos resíduos sólidos é revogada em Hortolândia

Publicado

em

Poder Executivo aperfeiçoará a proposta para cumprir em 2023 o Marco Legal do Saneamento Básico, uma exigência do Governo FederalO prefeito José Nazareno Zezé Gomes revogou nesta sexta-feira (12/08) a Lei Municipal que prevê a cobrança do serviço público de manejo de resíduos sólidos urbanos, chamada “taxa do lixo”,  uma exigência da Lei Federal n° 14.026 que estabelece o “Marco Legal do Saneamento Básico” no Brasil. Zezé Gomes, que participou de entrevista coletiva, afirmou que houve um erro de avaliação por parte da equipe e que a cobrança será reavaliada, especialmente por conta do momento econômico vivido pelo País. “O Marco Legal do Saneamento Básico é uma exigência federal e o seu não cumprimento pode acarretar problemas no repasse de recursos federais e de emendas de deputados. Além disso, como prefeito, posso sofrer processo de improbidade administrativa por meio da Lei de Responsabilidade Fiscal. Apesar disso tudo, faltou sensibilidade neste momento onde pessoas em situação de vulnerabilidade estão sobrevivendo com programas de transferência de renda. Revogamos a lei e faremos uma nova redação para que possamos realizar uma cobrança mais justa, a partir de 2023”, declarou o prefeito.

A decisão de revogar a lei também foi apresentada, durante reunião, junto com os vereadores hortolandenses. “Convidamos os vereadores a participar dessa reunião, onde realizamos um diálogo franco. Dentro dos próximos dias, encaminharemos uma nova proposta de lei para que seja avaliada pelos parlamentares e, que assim, possamos realizar uma cobrança que faça justiça fiscal, com implementação a partir de 2023”, explicou Zezé Gomes.

Em relação aos pagamentos já efetuados, o prefeito explicou que o contribuinte pode solicitar o ressarcimento do valor pago ou usar o crédito para quitar tributos futuros. “Cerca de 2 mil contribuintes já efetuaram o pagamento e eles podem fazer essa opção: ressarcir o valor ou utilizar o crédito para outro tributo municipal”, destacou.

O Marco Legal do Saneamento Básico, instituído pelo Governo Federal em 2020, exige aos mais de 5 mil municípios brasileiros a cobrança do serviço de manejo dos resíduos sólidos. A cobrança tem por meta garantir às cidades uma boa saúde financeira, não comprometendo a capacidade de investimentos públicos nas mais diversas áreas, como saúde, educação e segurança pública.

Fonte: Prefeitura

Continue Lendo

Nossa Cidade

Taxa do lixo é revogada pelo prefeito de Hortolândia

Publicado

em

coleta Lixo

Em anúncio feito nesta sexta-feira (12) em coletiva de imprensa, o prefeito de Hortolândia, Zezé Gomes, informou que a taxa do lixo foi revogada.

O prefeito ainda disse que as pessoas que já pagaram a taxa, terão desconto no IPTU 2023, ou poderão solicitar o estorno, a forma do estorno não vou explicada.

A Prefeitura de Hortolândia iniciou nesta semana o encaminhamento das 68.481 guias de pagamento da cobrança do serviço público de manejo de resíduos sólidos urbanos, o Prefeito recomendou para quem recebeu o boleto, que nao pague.

A implantação da cobrança é uma exigência do Governo Federal, que instalou a Lei n° 14.026, conhecida como “Marco Legal do Saneamento Básico”, sancionada no dia 15 de julho de 2020, que obriga os municípios a implantar a tarifa.

Continue Lendo

Populares