Connect with us

Nossa Cidade

Hortolândia diminui em mais da metade registros de acidentes de trânsito nas vias mais movimentadas da cidade

Publicado

em

Ações da Prefeitura, desde 2017, contribuem para queda nos números

Com a criação da Secretaria de Mobilidade Urbana da Prefeitura de Hortolândia em 2017, o número de acidentes viários na cidade registra quedas expressivas, ano após ano. Os dados computados internamente seja por equipes da Administração Municipal ou pelo Infosiga (Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo), apontam índices cada vez menores nas ruas localizadas dentro da cidade ou nas rodovias que passam por Hortolândia. Durante os encontros para revisão e atualização do Plano de Mobilidade Urbana realizada, durante esta semana, com a participação do Grupo de Segurança Viária,  foram apresentados mais estudos que comprovam a melhoria da segurança viária no município.

De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, o número de acidentes nas ruas e avenidas mais movimentadas da cidade caiu mais da metade na comparação de 2017, ano de criação da secretaria, com o ano passado. A avenida Santana (Jd. Amanda) registrou 63 acidentes em 2017 enquanto em 2021 foram 32. Já na avenida Olívio Franceschini (Região Central), foram 39 acidentes em 2017 e, no ano passado, foram registrados 18. A avenida Brasil (Jd. Amanda0 registrou 38 acidentes em 2017 e 16 em 2021. Já na avenida da Emancipação (Região do Jd. Santa Clara do Lago), foram 43 em 2017 e  8 em 2021. Na avenida São Francisco de Assis (Região do Jd. Nova Hortolândia) foram 23 acidentes em 2017 e, em 2021, 6 registros. A avenida Anhanguera (Região do Jd. Nova Hortolândia)  também registrou queda. Foram 8 acidentes em 2017 e 6 em 2021. A rua Osvaldo Ribeiro Carrilho (Jd. Minda) teve 6 acidentes em 2017 e 5 em 2021.

“Estas ruas e avenidas são importantes ligações para bairros da cidade e até mesmo para outras cidades, como Sumaré, por exemplo, registrando um grande número de motoristas circulando por elas todos os dias, principalmente nos horários de pico, nos dois sentidos. Esta queda no número de acidente mostra que as ações de segurança viária realizadas desde 2017 estão surtindo os efeitos desejados. Cada acidente a menos em nossas vias deve ser comemorado. Continuaremos as ações para, quem sabe, zerar os acidentes em Hortolândia preservando, cada vez mais, a vida de nossos cidadãos”, explica o secretário de Mobilidade Urbana, Atílio André Pereira.  

META DA ONU CUMPRIDA EM HORTOLÂNDIA

Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana, além dos acidentes, também desde 2017. Hortolândia diminui o número de vítimas causadas por colisões no trânsito. Na comparação entre 2017 e 2021, houve uma redução de 79% nos acidentes com vítmias nas ruas e avenidas dentro dos limites do município. Com isso, a cidade cumpre a meta estipulada pela ONU (Organizações das Nações Unidas)  na “Década de Ação pela Segurança no Trânsito”, regulamentada pela instituição  apontando que até 2030, governos de todo o planeta devem tomar novas medidas para prevenir os acidentes com vítimas.

REVISÃO DO PLANO DE MOBILIDADE URBANA

O desenvolvimento do Plano de Mobilidade Urbana para os municípios é Lei Nacional. A criação dele, contribui com o desenvolvimento de toda a cidade. Os encontros para a revisão do Plano de Hortolândia,  acontecem até o dia 31 deste mês, no Centro de Formação dos Profissionais em Educação Paulo Freire, localizado no bairro Remanso Campineiro. 

São abordados temas como a implantação do futuro pátio de veículos da cidade, que está em licitação; a continuação da reestruturação do transporte urbano municipal; e os trabalhos para que a cidade fique ainda mais ciclável, tudo isso, aliado à participação popular. 

“Já realizamos dois encontros de uma série de cinco com estes grupos e, na terça-feira (29/03), mais uma etapa será realizada. O debate continua para o desenvolvimento de ações que contribuam com a mobilidade urbana de Hortolândia”, comenta Pereira.

AÇÕES QUE SALVAM VIDAS

Para salvar vidas no trânsito, a Prefeitura realiza uma série de ações, que vão de atividades educativas com motoristas e pedestres, reforço na sinalização, até a implantação de radares controladores de velocidade, principal medida adotada pela Administração Municipal para a redução de mortes no trânsito da cidade. Os dispositivos começaram a funcionar em janeiro de 2019. Além disso, a cidade recebe, periodicamente, um mutirão de Tapa-Buraco em todas as regiões. Outra medida importante é a instalação dos painéis eletrônicos informativos nos portais de entrada e saída da cidade e investimentos na malha cicloviária.

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Nova ação “Café na Passarela” chama atenção sobre segurança em travessias

Publicado

em

Ação faz parte do “Maio Amarelo” em Hortolândia

Mais uma etapa das ações do “Maio Amarelo” de conscientização por um trânsito seguro foi concluída em Hortolândia. Na manhã desta terça-feira (17/05), equipes da concessionária Rodovias do Tietê e a Polícia Militar realizaram, com apoio de agentes da Secretaria de Mobilidade Urbana, a segunda edição do “Café na Passarela” neste ano. O trabalho aconteceu no quilômetro 7 da Rodovia Jornalista Francisco Aguirre de Proença (SP-101), em frente a loja de material de construção Santa Izabel. A abordagem foi com caráter orientativo aos motoristas e apontou os cuidados necessários para evitar acidentes fatais. Aos pedestres, foi informada a importância do uso da passarela como travessia da rodovia.

Além do “Café na Passarela”, a Prefeitura já realizou neste mês a “Ação Bar”, para conscientização sobre os perigos de beber e dirigir; a “Operação Cavalo de Aço”; a ligação de novos semáforos; distribuição de folhetos informativos para motoristas nas principais vias da cidade; o passeio ciclístico “Vem de Bike”; e na sexta-feira (27/05), encerra o ciclo de ações do “Maio Amarelo” com  4º Seminário de Segurança Viária. 

A meta continua em salvar vidas no trânsito de Hortolândia

Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana, além dos acidentes, Hortolândia diminui o número de vítimas causadas por colisões no trânsito. Na comparação entre 2017 e 2021, houve uma redução de 79% nos acidentes com vítimas nas ruas e avenidas dentro dos limites do município. Com isso, a cidade cumpre a meta estipulada pela ONU (Organizações das Nações Unidas) na “Década de Ação pela Segurança no Trânsito”, regulamentada pela instituição  apontando que até 2030, governos de todo o planeta devem tomar novas medidas para prevenir os acidentes com vítimas.

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Arrastapé reúne 150 idosos de Hortolândia na Melhor Idade

Publicado

em

Festa contou com a presença dos idosos das unidades do Remanso Campineiro e do Jardim AmandaAo som de muita moda caipira, com os acordes da Orquestra de Violeiros de Hortolândia, cerca de 150 idosos participaram na tarde de segunda-feira (16/05) do Arrastapé da Melhor Idade. O evento, que contou com a presença do prefeito José Nazareno Zezé Gomes e da presidente do Fundo Social de Solidariedade, Maria dos Anjos, foi realizado no salão social do Centro de Convivência da Melhor Idade do Remanso Campineiro.

De acordo com a diretora de Direitos Humanos, Marlene Baptista, depois de quase dois anos de inatividade, esse foi o primeiro baile promovido pela Melhor Idade após a flexibilização. “Esse era um momento muito aguardado pela nossa Melhor Idade. Eles ficaram praticamente dois anos em casa, sem sair, por conta dos riscos que a pandemia da Covid-19 impunha contra os idosos. Com o avanço da vacinação e recuo dos casos graves da doença, pudemos flexibilizar e retornar aos poucos as atividades. O Arrastapé, sem dúvida, é um grande divisor de águas e uma vitória para todos que conseguiram vencer esse período triste em nossa história. Hoje comemoramos com muita dança sertaneja”, destacou Marlene.

O prefeito José Nazareno Zezé Gomes comemorou o retorno das tardes dançantes e disse que, com a pandemia controlada, os arrastapés prometem virar rotina no dia a dia da Melhor Idade. “Como é bom ver o Centro de Convivência em festa. Os bailes são um momento muito aguardado por todos os membros da Melhor Idade e esse, sem dúvida, é muito especial. Todos que estão aqui presentes são sobreviventes e celebrar é mais que preciso. A pandemia foi um momento muito duro em nossas vidas. Perdemos parentes, amigos e até o nosso querido prefeito Angelo Perugini se foi lutando pelo seu povo e garantindo vacinas. Vamos celebrar a vida, minha gente. E parabéns aos grupos da Melhor Idade do Remanso e do Jardim Amanda, que estão sempre presentes em nossas atividades”, destacou Zezé Gomes.

O Arrastapé contou ainda com a participação do Mestre Chiquinho, do maestro Tim Mendes e do diretor artístico e cantor Chico Amado.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Hortolândia apresenta planos para o futuro em encontro com empresários

Publicado

em

Evento na manhã desta terça-feira (17/05) no Druds Hotel também homenageou três moradores centenários da cidade

Hortolândia realiza obras importantes para trazer mais desenvolvimento. Ao mesmo tempo, planeja o futuro para garantir uma vida melhor para a população. A partir dessa perspectiva, a Prefeitura promoveu uma reunião com empresários da cidade, na manhã desta terça-feira (17/05), no Druds Hotel. O evento integra a programação comemorativa ao 31º aniversário de emancipação política de Hortolândia.

No encontro, a Prefeitura fez uma apresentação das obras de infraestrutura viária em execução na cidade e dos próximos investimentos previstos para os próximos anos. 

“Vamos falar sobre o avanço da cidade. E mostrar o que a Prefeitura está planejando para o futuro, com o objetivo de conseguir trazer mais grandes empresas para o muncípio. Desta forma, estamos dando prosseguimento ao legado do falecido ex-prefeito Angelo Perugini”, destacou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, João Pereira da Silva.

A diretora da Comarca de Hortolândia, Renata Brandão Lazzarini, enalteceu o convite da Prefeitura. “Agradeço a Prefeitura por convidar o Ministério Público para participar desse evento com pessoas que ajudam na construção e no desenvolvimento da cidade. Neste encontro, queremos falar sobre as consequências do desenvolvimento e pedir para que os empresários tenham uma atenção e um olhar diferenciado sobre algumas áreas e temas”, destacou a promotora pública.

Em virtude de outros compromissos de agenda, o prefeito José Nazareno Zezé Gomes não pôde participar do encontro, mas deixou uma mensagem em vídeo para os empresários presentes. “O município está crescendo e com desenvolvimento sustentável. Não é mais uma cidade-dormitório. Hortolândia tem vocação empreendedora, investe muito em saneamento básico”, destacou Zezé Gomes. 

Homenagem aos centenários que ajudaram a construir a cidade

O secretário João Pereira da Silva ressaltou ainda que a cidade não é feita apenas de prédios e construções. “A cidade são as pessoas que nela vivem. O povo de Hortolândia tem vocação para o empreendedorismo. É um povo afestuoso, carinhoso, que recebe bem as pessoas”, destacou. 

No encontro com os empresários, a cidade deu uma demonstração de seu afeto com a homenagem para três idosos com 100 anos ou mais: Elmira Gomes Pereira, de 106 anos, moradora do Jardim Nossa Senhora Auxiliadora; Honorina Laudelina dos Anjos, de 101 anos, moradora do Jardim Residencial Firenze; e Auto Miranda Dias, morador do Remanso Campineiro. A homenagem aos três centenários também integra a programação comemorativa ao aniversário de Hortolândia e ao Dia Municipal da Pessoa Centenária, data instituída pela Prefeitura para valorizar a contribuição que os centenários deram à cidade. 

Os três idosos foram localizados pela Diretoria Municipal de Direitos Humanos, órgão da Secretaria de Governo. O órgão percorreu a cidade em busca de moradores centenários, no mês passado, além de ter contado com a ajuda da população para localizá-los. 

Os idosos receberam um trófeu, contendo um QR Code que dá acesso a um vídeo feito com cada um deles. “Estou feliz com a vida que Deus me deu. Estou com alguns problemas, mas a gente tem que aguentar”, agradeceu emocionada, dona Elmira.

Dona Honorina também fez uma fala cheia de emoção. “Agradeço a todos vocês que têm me dado muita força e por tudo que fazem por mim. Estou aqui hoje nas mãos de Deus”, disse a centenária. Apesar da dificuldade de locomoção, seu Auto também fez questão de agradecer a homenagem. “Muito obrigado a vocês!”, resumiu emocionado.   

A diretora de Direitos Humanos e Políticas Públicas para Mulheres, Marlene Batista do Nascimento, destacou que a ideia para o Dia Municipal da Pessoa Centenária foi do falecido ex-prefeito Angelo Perugini. “Ele nos pediu para que trabalhassémos para criar essa data para homenagear os centenários. Eles são pessoas que construíram a cidade. O segredo da vida é respeitar o próximo e valorizar a família”, salientou a diretora. 

“Além de homenagearmos os idosos centenários da cidade, este encontro com os empresários é uma ocasião importante para discurtirmos a questão do Fundo Municipal do Idoso”, ressaltou o presidente do Conselho Municipal dos Direitos dos Idosos de Hortolândia, José Piveta.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Populares