Nossa Cidade

Greve de professores no Instituto Federal de Hortolândia afeta centenas de alunos

Greve de professores

Centenas de alunos foram afetados com a greve de professores e técnicos-administrativos do Instituto Federal de São Paulo, que tem uma de suas escolas em Hortolândia. Segundo informações do Sinasefe (Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica), as atividades não essenciais foram suspensas não só no campus de nossa cidade, como também na de Campinas.

Lembrando que este é uma greve nacional, onde professores e servidores das instituições tentam:

  • reivindicar a reestruturação de carreira,
  • recomposição salarial e orçamentária,
  • revogação de normas aprovadas nos governos anteriores.

No Instagram do IFSP Hortolândia, seguiu-se a nota:

Servidoras e servidores, com o apoio discente, deflagram greve a partir de 15/04. A nota oficial do Campus Hortolândia bem como as orientações sobre esse período podem ser conferidas em: hto.ifsp.edu.br

Em contrapartida, o MEC (Ministério da Educação) disse que tenta, de toda as maneiras, buscar alternativas que valorizem os servidores da educação. Ainda segundo o Ministério, no ano passado, o governo federal promoveu um reajuste de 9% para todos os servidores. Equipes da pasta têm participado da mesa nacional de negociação e das mesas específicas de técnicos e docentes instituídas pelo MGI, além da mesa setorial que trata de condições de trabalho.

Sair da versão mobile