Gentileza é tema de atividades artísticas e culturais na Emef Patrícia

Neste mês, projeto “Gentileza gera Gentileza” realiza apresentações em espaços públicos e ação de grafite na escola

 

Anuncio


Gentileza gera gentileza – Aprendendo a conviver na escola. Esse é o nome do projeto realizado na Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Profª Patrícia Maria Capelato Basso. A ação faz parte do Projeto Ética e Cidadania na Escola, promovido pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Educação, em todas as escolas municipais. Debates, leituras, palestras, jogos e produção de desenhos e painéis fazem parte das atividades realizadas entre os alunos da unidade.

Dentre essas atividades está a produção de desenhos sobre “Gentileza” no muro da escola, que ocorre no dia 25 deste mês. A ação visa transformar o muro do local, por meio da arte do grafite.

Ainda neste mês, as crianças abordam o tema por meio da música, em apresentações em três lugares: Cier (Centro Integrado de Educação e Reabilitação) Romildo Pardini, Centro de Formação dos Profissionais em Educação “Paulo Freire” e Centro de Convivência da Melhor Idade.

Todos pela gentileza

O projeto “Gentileza gera gentileza – Aprendendo a conviver na escola” tem como objetivo envolver alunos e seus familiares, professores e funcionários em ações que promovam discussões sobre ética, cidadania e princípios morais.

A iniciativa acontece na Emef Patrícia Capelato desde junho. Até o momento, foram realizadas diversas atividades sobre o tema. Entre elas, debates em sala de aula a respeito da palavra “gentileza” e leitura dos livros infantis “Pata de elefante”, “O Reizinho e ele mesmo”, “O Reizinho e seus vizinhos” e “Cospe-fogo, o Dragão”, para abordar a questão dos sentimentos.

De acordo com a coordenadora pedagógica, Cristiane Conceição Santos Rossetti, cada professor trabalha o tema em sua área de conhecimento. “Nosso objetivo é promover a formação do cidadão e a interdisciplinaridade”, destaca.

As ações do projeto são diferenciadas para cada faixa etária dos alunos. Salas do 1º e 2º ano do Ensino Fundamental da unidade prepararam recados carinhosos para outras turmas. Já o 3º ano, produziu painéis com imagens sobre gentileza. Os estudantes do 4º ano elaboraram cartazes sobre obras do artista Gentileza e, os do 5º ano ministraram palestras a respeito do tema do projeto para outras salas de aula.

Outras ações foram a reunião de assembléia promovida entre alunos e coordenadora e docentes da escola e a produção de jogos pelos professores orientadores, com as palavras “Obrigado”, “Por favor” e “Desculpe”.

Segundo Cristiane Rossetti, as reuniões dão voz aos alunos, que podem apontar melhorias necessárias na unidade de ensino. “As crianças são protagonistas do projeto e corresponsáveis pelos cuidados com a escola”, diz.

E a gentileza não para por aí. Todos na escola dão sua contribuição ao projeto. Os alunos da oficina de Ciência e Tecnologia produziram vídeos e slides; professores de música ensaiaram canções sobre o tema com as crianças e coreografias coletivas representaram o projeto por meio da atividade esportiva. A confecção de esculturas humanas foi outra atração preparada pelos estudantes.

“A gentileza está ligada ao caráter, valores e ética. Ao trabalhar isso na escola, contribuímos para formar adultos mais humanos e gentis”, conclui Cristiane.

Todas as atividades executadas durante o projeto “Gentileza gera gentileza” serão exibidas no encerramento anual do mesmo, previsto para novembro.

Fonte: Pref. Hortolândia

Sair da versão mobile