Agência dos Estados Unidos afirma que há 56% de probabilidade de um El Niño forte

A Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA) divulgou dados indicando que o El Niño já está ocorrendo e há uma probabilidade de 56% de se tornar um evento forte em seu pico. Além disso, há uma chance de 84% de ser pelo menos um evento moderado. O El Niño é caracterizado pelo enfraquecimento dos ventos alísios e pelo aquecimento anormal das águas superficiais na região equatorial do Oceano Pacífico. Isso afeta a circulação atmosférica e tem consequências no clima em diferentes partes do mundo.

O El Niño influencia a dinâmica das massas de ar, afetando a distribuição das chuvas e as temperaturas em várias regiões. No Brasil, provoca estiagem em partes das regiões Norte e Nordeste, e mais tempestades no litoral do Sudeste e do Sul. Nos Estados Unidos, é esperado um inverno com chuvas mais intensas no sul do país e temperaturas mais quentes no norte.

Anuncio


Os estudos sobre o El Niño são importantes para permitir que o mundo se antecipe às mudanças e impactos. O fenômeno geralmente persiste por cerca de seis a 15 meses e ocorre em intervalos de três a sete anos. Após o fim de um El Niño, é necessário ocorrer uma La Niña para que um novo episódio seja registrado.

A temperatura da superfície do Oceano Pacífico tem se mantido acima da média, indicando o início do El Niño. As previsões indicam que a temperatura permanecerá acima do limite característico do fenômeno nos próximos meses. Os cientistas da NOAA observaram padrões na circulação do ar que são típicos do El Niño, incluindo fortes ventos de superfície que mantêm a água quente acumulada no oeste do Oceano Pacífico.

Embora as chances de um El Niño fraco sejam de 12%, existe uma pequena possibilidade de que o fenômeno não evolua e recue. No entanto, acredita-se que isso seja improvável. A cientista Emily Becker, responsável pelo estudo, ressalta que a natureza sempre reserva surpresas e que, apesar das condições favoráveis para o El Niño, é possível que as coisas mudem.

fonte ebc

Sair da versão mobile