Eventos

A Grande Aposta

‘A Grande Aposta’ é um filme complexo, que fala, principalmente, sobre o colapso financeiro visto no mundo todo em 2008, mas mostra também a destruição do utópico sonho americano e como o sistema capitalista sempre beneficiará os ricos e será péssimo para os menos favorecidos.

A montagem lotada de cortes e imagens que deixam a mente do espectador fervendo, ajuda quando tenta explicar aos leigos todas as nomenclaturas daquele ambiente – além daquele formato visto atualmente em ‘House of Cards’, onde os personagens falam diretamente com a câmera. Mas são tantas siglas que, por vezes, me senti um tanto perdido, por não estar familiarizado com aquele universo.

Conta com Brad Pitt na produção e, com isso, o elenco ficou mais fácil de ser escolhido e atores tão interessantes quanto Ryan Gosling, Marisa Tomei, o camaleônico Christian Bale e um surtado Steve Carrell brilham, com diálogos cada vez mais pesados – não podemos esquecer das participações especiais de Selena Gomez e da maravilhosa Margot Robbie.

Michael Burry é dono de uma empresa e decide investir dinheiro, apostando que o sistema imobiliário irá quebrar – ninguém jamais imaginou fazer uma aposta dessas. O corretor Jared Vennett oferece a seus clientes esta oportunidade e, em paralelo, outros dois iniciantes em Wall Street percebem que poderão ganhar muito dinheiro com a crise e chamam um dos grandes nomes deste mercado para ajuda-los.

Ao pensar que tudo isso foi baseado em fatos reais e que, de uma forma ou de outra, os bancos encontram maneiras de recolocar os mesmos vícios de volta a ativa (só trocaram as siglas antigas por outras novas), é ainda mais fácil entender toda megalomania e pessimismo de Mark Baum. E como dizia aquela saudosa música de axé: ‘o motivo todo mundo já conhece… o de cima sobe e o debaixo desce’.

Por Éder de Oliveira
www.cinemaepipoca.info

Sair da versão mobile