Connect with us

Saúde & Beleza

Revitalizar lábios rachados e ressecados

Avatar de Redação Portal Hortolândia

Published

on

labios

Para revitalizar lábios rachados e ressecados, é fundamental o uso de batons hidratantes e uma hidratação consistente, incluindo o consumo adequado de água ao longo do dia. Essas práticas visam promover a hidratação, nutrição e regeneração da pele labial.

Adicionalmente, precauções diárias são aconselhadas para evitar a recorrência do ressecamento, como evitar lamber os lábios e aplicar batom hidratante antes de usar batom ou gloss.

Anuncio


Os lábios ressecados podem resultar de diversas causas, incluindo desidratação, exposição solar excessiva, climas extremamente frios, deficiências nutricionais, respiração pela boca ou efeitos colaterais de certos tratamentos.

Dicas Essenciais para Lábios Saudáveis:

Advertisement
  1. Uso do Bepantol:
    • Aplicação várias vezes ao dia, especialmente a cada 2 horas em exposições frequentes ao sol.
  2. Hidratação por meio da Água:
    • Consumo mínimo de 2,5 litros de água diariamente.
    • Alternativa: obter hidratação por meio de alimentos como melancia, pepino, abacaxi e maçã.
    • Evitar alimentos cítricos em caso de dor devido às rachaduras labiais.
  3. Prevenção do Ressecamento:
    • Evitar lamber os lábios para evitar agravar o ressecamento causado pelos sais e pH da saliva.
    • Abster-se de remover pele seca, interferindo na renovação tecidual.
    • Aplicar batom hidratante antes de batom ou gloss.
    • Evitar batons de longa fixação, pois seus compostos podem causar ressecamento.

Esses cuidados contribuem para prevenir lábios secos, mas em caso de feridas persistentes ou bolhas, a consulta a um dermatologista é crucial. Algumas condições, como o herpes labial, podem exigir tratamentos específicos, como pomadas antivirais ou antifúngicas.

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98

Saúde & Beleza

Epidemia de dengue: grávidas e bebês podem usar repelentes?

Avatar de Redação Portal Hortolândia

Published

on

dengue

O aumento dos casos de dengue em todo o país gera uma busca desenfreada por maneiras seguras de se proteger da picada do Aedes aegypti. Nas farmácias, as vendas de repelentes dispararam, bem como seus valores. Segundo a Associação Brasileira de Distribuição e Logística de Produtos Farmacêuticos (Abradilan), algumas redes registraram aumento de até 340% nas vendas entre os meses de novembro de 2023 e janeiro deste ano. Em meio a esse cenário, gestantes e puérperas têm muitas dúvidas, pois a proteção para essas mulheres precisa ser segura também para seus bebês. E uma das dúvidas é: gestantes recém-nascidos podem usar repelente?

O médico dermatologista Theodoro Habermann Neto, do Vera Cruz Hospital, em Campinas (SP), esclarece que, segundo critérios da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), tanto as gestantes quanto os bebês podem usar repelentes, desde que estejam registrados pelo órgão e que as instruções de uso descritas na embalagem sejam seguidas, uma vez que podem variar conforme o a concentração da fórmula e seu princípio ativo.

Anuncio


“Alguns estudos e pesquisas científicas sugerem que, para as gestantes, os repelentes à base de DEET (N-Dietil-m-toluamida), os mais vendidos no mercado, são mais seguros. A aplicação deve se restringir a três vezes ao dia. No entanto, este princípio não é recomendado para menores de dois anos. Já entre crianças de dois a 12 anos, a concentração tem de ser de no máximo 10%. Acima disso, o uso é permitido para crianças a partir dos 12”, explica o especialista.

Segundo Habermann, o mercado oferece repelentes a base de icaridina e IR3535, além de óleos essenciais à base de citronela; porém, não há estudos que comprovem sua segurança para o uso por parte de gestantes e bebês.

Advertisement

O médico também ressalta que ler as embalagens é essencial, pois elas trazem informações sobre os casos em que o produto é contraindicado.

Para gestantes que utilizam hidratante, ele lembra que já existem produtos com as duas funções – hidratação e repelente. Mas, caso a preferência seja usá-los separadamente, a ordem correta deve ser primeiro o repelente, esperar que ele seque na pele e, depois, o hidratante por cima, para que possa selar o protetor. “É importante evitar os exageros e, em caso de alergia, suspender imediatamente o uso e procurar um dermatologista credenciado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia”, orienta.

Ambiente

O uso de inseticidas em spray e aerossol são boas opções para repelir insetos. “A recomendação é aplicar no ambiente antes de entrar, para que não haja perigo de intoxicação. Para os bebês, a tela mosquiteira e roupinhas longas ajudam na proteção”, destaca o médico.

Advertisement

Os repelentes de aparelhos elétricos ou espirais não devem ser usados em áreas de pouca ventilação, nem na presença de pessoas asmáticas ou com alergia respiratória, pois podem piorar os quadros alérgicos. O recomendado é que estejam, pelo menos, a dois metros de distância das pessoas. Já os inseticidas naturais, à base de citronela, andiroba e óleo de cravo, não possuem comprovação de eficácia e nem aprovação pela Anvisa até o momento. Por isso, é bom não utilizá-los.

“A prevenção mais eficaz contra a dengue continua sendo a eliminação dos focos de proliferação dos mosquitos. É importante que a população verifique de forma adequada o armazenamento de água, o acondicionamento do lixo, elimine recipientes sem uso que possam acumular água ou os mantenham virados de cabeça para baixo, para evitar os criadouros do mosquito. Essas prárticas, em conjunto com as ações municipais de cuidados com coleta de lixo, fiscalização, dentre outras, é que surtirão os maiores efeitos para manter a saúde”, conclui Habermann.

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98
Continue Reading

Saúde & Beleza

Ingrediente essencial na produção de cerveja pode causar malefícios

Avatar de Redação Portal Hortolândia

Published

on

cerveja

Embora o lúpulo seja um ingrediente essencial na produção de cerveja e tenha sido tradicionalmente utilizado por suas propriedades de amargor, aroma e conservação, o consumo excessivo ou o uso inadequado do lúpulo pode ter alguns efeitos negativos na saúde. Aqui estão alguns possíveis malefícios do lúpulo:

Reações alérgicas: Algumas pessoas podem ser alérgicas ao lúpulo, apresentando sintomas como erupções cutâneas, coceira, inchaço, dificuldade respiratória ou até mesmo anafilaxia em casos graves.

Anuncio


Interferência hormonal: O lúpulo contém fitoestrógenos, compostos vegetais que podem imitar a ação do estrogênio no corpo humano. O consumo excessivo de lúpulo pode potencialmente interferir nos níveis hormonais, afetando o equilíbrio hormonal em homens e mulheres.

Efeitos sedativos: Alguns compostos encontrados no lúpulo, como o ácido alfahumuleno, podem ter propriedades sedativas e relaxantes. Embora isso possa ser benéfico em doses moderadas, o consumo excessivo de lúpulo pode levar a sonolência excessiva, cansaço e falta de concentração.

Advertisement

Possíveis efeitos hepatotóxicos: Alguns estudos sugeriram que certos compostos do lúpulo podem ter efeitos tóxicos no fígado em altas doses, embora mais pesquisas sejam necessárias para confirmar esses efeitos e determinar sua relevância para os seres humanos.

Interações medicamentosas: O consumo de lúpulo em grandes quantidades ou em combinação com certos medicamentos pode potencialmente interagir com esses medicamentos e afetar sua eficácia ou segurança. Pessoas que tomam medicamentos regularmente devem consultar um profissional de saúde antes de consumir grandes quantidades de lúpulo.

Embora o lúpulo seja geralmente seguro quando consumido em quantidades moderadas como parte da produção de cerveja, é importante estar ciente desses possíveis efeitos negativos e consumi-lo com moderação. Pessoas com alergias conhecidas ao lúpulo ou condições médicas específicas devem evitar o consumo ou consultar um médico antes de consumir produtos que contenham lúpulo.

Advertisement
Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98
Continue Reading

Saúde & Beleza

Tendinite no ombro: Dor pode se tornar crônica se não tratada adequadamente

Avatar de Redação Portal Hortolândia

Published

on

LuxacaoOmbro

A tendinite é uma inflamação nos tendões que provoca dor e limitação dos movimentos. Se não tratado, o problema pode resultar em dores crônicas, ou seja, persistentes e duradouras. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2022, a doença afeta uma em cada 100 pessoas pelo mundo.

Apesar de comumente associada aos idosos, a condição também pode impactar pessoas de todas as idades, especialmente atletas e indivíduos que realizam movimentos repetitivo. No Brasil, estimativas do Ministério da Saúde apontam que cerca de 12 milhões de pessoas sofrem com doenças reumatologias, sendo a tendinite, a artrose e as dores na coluna as principais causas de gastos com auxílio-saúde no país.

Anuncio


A Prof.ª Dra. Matilde Sposito, médica fisiatra especialista em bloqueios neuroquímicos, ressalta a necessidade de tratamento adequado para evitar a cronificação da tendinite.

“Tendinite é uma inflamação do tendão que causa dor e mau funcionamento, podendo levar a rupturas do tendão e comprometer a articulação. A condição pode surgir devido a diversos fatores, como traumas no local e sobrecarga de movimentos durante atividades laborais ou físicas”, comenta.

Advertisement

Tendinite nos ombros: um desafio comum

A tendinite pode afetar várias partes do corpo, sendo os ombros uma região frequentemente atingida. A inflamação pode causar dor intensa na região, dificuldade de movimentar o braço e perda da amplitude dos movimentos; o paciente pode enfrentar obstáculos simples, como alcançar objetos em prateleiras altas, por exemplo.

Profª.Dra. Sposito esclarece que a tendinite nos ombros pode ser causada por carregar peso excessivo, o que sobrecarrega os tendões. O paciente pode sentir fraqueza no braço afetado, o impedindo de erguer objetos mais pesados.

Diagnóstico e tratamento especializado

Advertisement

O diagnóstico preciso da tendinite requer uma avaliação cuidadosa do histórico do paciente, geralmente conduzida por um clínico geral ou ortopedista. Exames de imagem, como ultrassom e ressonância magnética, são solicitados para confirmar a doença e avaliar a extensão da lesão.

Dra. Sposito destaca que há diversas opções de tratamento, desde medicamentos anti-inflamatórios até infiltrações e injeções periarticulares com ácido hialurônico, amplamente utilizadas. Porém, dependendo da lesão, tratamento pode ser cirúrgico. Além disso, são indicados exercícios específicos para fortalecer a musculatura na região afetada.

É importante que a tendinite seja tratada em seus estágios iniciais, antes que evolua para sua fase crônica, com isso, a pessoa pode ter dores constantes no local e desenvolver outros problemas, degeneração no tecido muscular, além de problemas nas articulações.

A médica fisiatra ressalta a importância de cuidados preventivos no dia a dia, como evitar a sobrecarga nos ombros, não carregar peso excessivo, alongar-se antes das atividades físicas e evitar movimentos bruscos e repetitivos. A prática esportiva é incentivada, mas sempre com acompanhamento profissional,

Advertisement

Saiba mais sobre a Fisiatria

Saiba mais sobre a Fisiatria: www܂dramatildesposito܂com܂br

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98
Continue Reading

Noticias

unicamp unicamp
Cursos11 horas ago

Unicamp oferece cursos gratuitos com certificados na Coursera

A Unicamp, uma das principais universidades da América Latina, disponibiliza cursos gratuitos com certificados na plataforma Coursera. Inscreva-se já! Aproveite...

Mega-Sena Mega-Sena
Brasil12 horas ago

Confira os números da Mega-Sena sorteados nesta quinta

A Caixa Econômica Federal realizou na noite desta quinta-feira (22) o concurso 2691 da Mega-Sena e os números sorteados foram:...

pipa pipa
Nossa Cidade12 horas ago

Projeto de Lei dispõe sobre instalação de locais específicos para “soltar pipas” em Hortolândia

Em resposta à crescente demanda por espaços seguros e dedicados às atividades com pipas, o vereador Nego, apresentou o Projeto de...

Ana Perugini Ana Perugini
São Paulo12 horas ago

Ana Perugini cobra cumprimento de lei que obriga transparência em fila do SUS

A deputada estadual Ana Perugini (PT) cobrou, na tarde de quarta-feira (21), a regulamentação da lei que obriga o Governo...

jbs jbs
Brasil13 horas ago

Maior empregador do Brasil, JBS vai promover 40 mil pessoas em 2024

A JBS, uma das maiores empresas de alimentos do mundo, vem investindo no desenvolvimento de seus talentos como estratégia de...

Projeto Escolinhas Esportivas Projeto Escolinhas Esportivas
Nossa Cidade15 horas ago

Como se matricular nas aulas do Projeto Escolinhas Esportivas de Hortolândia?

As matrículas para participar do Projeto Escolinhas Esportivas de Hortolândia continuam abertas e oferecem uma ampla variedade de modalidades esportivas...

Renovação de CNH Renovação de CNH
Brasil16 horas ago

Renovação de CNH com desconto de 50%? Confira detalhes do texto aprovado pelo Senado

O Senado Federal avançou em uma medida que visa oferecer descontos na Renovação de CNH (Carteira Nacional de Habilitação) para...

Advertisement
cinema

Populares

Copyright © Portal Hortolândia