São Paulo

Campanha alerta para aumento do risco de queimadas às margens das rodovias

autoBan lança folheto contra as queimadas - 11-06-2013

Cerca de 60% das ocorrências de fogo em mato à beira das estradas são registrados nos meses de Outono/Inverno; fumaça aumenta risco de acidentes.

A chegada do Inverno, com o clima mais seco que favorece a ocorrência de queimadas, aciona o alerta nas rodovias. O número de incêndios às margens das estradas entre junho e setembro representa cerca de 60% do total de casos registrados no ano. Como parte das ações para reduzir as ocorrências desse tipo, a Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) e as concessionárias de rodovias do Estado de São Paulo, entre elas a CCR AutoBAn, promovem, a partir de ontem, uma campanha de conscientização dos motoristas: a Operação Corta Fogo, da qual fazem parte órgãos como a Secretaria do Meio Ambiente do Estado, o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil Estadual, entre outros.

Nas rodovias, além de provocarem danos ambientais, as queimadas reduzem a segurança, já que a fumaça prejudica a visibilidade dos motoristas, aumentando o risco de colisões traseiras. Uma das principais causas de queimadas no Estado é o lançamento nas rodovias de bitucas de cigarros pelas janelas dos veículos. Outros geradores são a utilização de fogo para limpeza de terrenos, queima de lixo, queimadas para fins agrícolas não autorizadas e também os balões. Nas faixas de domínio das rodovias, além das bitucas, grande número de focos é provocado pela população vizinha à estrada ou transeuntes, principalmente nas áreas mais próximas aos aglomerados urbanos.

DICAS

Durante a Operação Corta Fogo, a CCR AutoBAn distribuirá nas praças de pedágio folhetos (em anexo) com informações sobre os fatores que levam às queimadas e a maneira como o motorista deve proceder caso se depare com fogo em mata às margens das rodovias. A principal mensagem do material é para o motorista avisar o Corpo de Bombeiros ao avistar fumaça ou focos de incêndio, com o número da corporação (193) em destaque.

Outras dicas de segurança são: reduzir a velocidade; fechar o vidro do veículo; manter distância segura do veículo da frente; trafegar com farol baixo aceso; não ligar o pisca alerta com o veículo em movimento; e não parar na faixa de rolamento.

O folheto traz ainda os telefones do Disque Ambiente (0800-113-560); Polícia Militar Ambiental (0800-0555-190); e da concessionária responsável pela rodovia onde o material está sendo distribuído. No sistema Anhanguera-Bandeirantes, o usuário pode entrar em contato pelo Disque CCR AutoBAn: 0800 055 55 50.

Sobre a CCR AutoBAn: A CCR AutoBAn é responsável, desde 1º de maio de 1998, pela administração do Sistema Anhanguera-Bandeirantes. A concessionária gerencia 316,8 quilômetros de rodovias, compreendendo a SP-330 (Via Anhanguera), de São Paulo a Cordeirópolis, com extensão de 147,04 quilômetros; a SP 348 (Rodovia dos Bandeirantes), de São Paulo a Cordeirópolis, com 159,67 quilômetros de extensão; a SP-300 (Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto), com extensão de 2,6 quilômetros e a interligação SPI-102/330 (Rodovia Adalberto Panzan), com extensão de 7,44 quilômetros. Foi a quinta concessionária a integrar o Grupo CCR.

Sobre o Grupo CCR: O Grupo CCR é uma das maiores corporações de concessão de infraestrutura da América Latina, com atuação nos setores de concessão de rodovias, mobilidade urbana, aeroportos e serviços relacionados. Comprometido com o desenvolvimento sustentável, assinou o Pacto Global da ONU e está presente no ISE – Índice de Sustentabilidade Empresarial da BM&FBovespa. Emprega, atualmente, cerca de 10 mil colaboradores e está listada no ranking das 100 melhores empresas para Trabalhar.

Fonte: walterbartels

Sair da versão mobile