Prefeitura usa inteligência artificial para monitorar Hortolândia e apontar problemas de zeladoria

Serviço de monitoramento atenderá vários órgãos municipais que prestam serviços de manutenção e zeladoria urbana, tornando a gestão da cidade mais inteligente

A tecnologia a favor da gestão pública. A fim de otimizar a gestão e execução de diversos serviços municipais, da zeladoria à mobilidade urbana, a Prefeitura de Hortolândia contratou tecnologia que utiliza inteligência artificial para monitorar, fiscalizar e apontar uma série de problemas, a fim de solucioná-los melhor e mais rapidamente. As informações coletadas por meio de câmeras acopladas a um veículo são enviadas em tempo real, via internet, a um servidor em nuvem ao qual a Administração Municipal tem acesso.

Anuncio


O lançamento do sistema aconteceu, nesta quinta-feira (10/11), no gabinete do prefeito José Nazareno Zezé Gomes, no Paço Municipal, no Remanso Campineiro. “O nosso desejo é que a população saiba que estamos investindo em processos e tecnologias que vão trazer uma cidade mais organizada e confortável para se viver. Nossa maior preocupação é entregar os serviços municipais com qualidade e rapidez, dentro do que o cidadão espera da Prefeitura. Com o diagnóstico em mãos, nossas equipes são capazes de traçar estratégias para solucioná-los e prever manutenções futuras que os previnam. É essa a Hortolândia que queremos: limpa, organizada, bem conservada e inteligente”, afirma Zezé Gomes.

De acordo com a Secretaria de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica, gestora do contrato, o projeto está inserido nas diretrizes do programa “Cidade Inteligente” e visa incorporar tecnologia aos procedimentos manuais hoje executados pela Prefeitura, a fim de reduzir a necessidade de contratação de mão de obra e trazer mais agilidade e eficiência na resposta a problemas voltados às áreas de mobilidade, limpeza e zeladoria urbana.

Em fase de teste na cidade há um mês, o sistema é capaz de detectar buracos, mato nas calçadas, lixo descartado irregularmente, entulho, animais soltos nas vias, tampas de bueiro fora de lugar, sinalização viária apagada, dentre outros. O relatório apresentado aos gestores mostra que a tecnologia consegue, em apenas quatro minutos, dar o diagnóstico de toda uma rua com fotos e indicadores de qualidade, enviando os dados para um servidor em nuvem, que alimenta um painel de controle operado pelas equipes da Prefeitura.

Para a Secretaria de Planejamento Urbano, além de trazer eficiência para a gestão municipal, a mudança também trará mais conforto para a população, que terá mais uma alternativa além dos canais de notificação direta à Prefeitura para informar esses problemas na porta de sua casa.

“Com essa tecnologia estamos olhando para a cidade de uma outra forma e trabalhando com uma visão estratégica. Sabendo de todos os problemas que precisamos resolver, agora conseguimos realizar uma programação de curto, médio e longo prazo, priorizando bairros com nível de manutenção crítico e dando solução pontual para demandas mais urgentes detectadas pela inteligência artificial”, avalia o secretário de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica, Carlos Roberto Prataviera Júnior.

Ainda segundo a Secretaria de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica, o veículo circula de segunda a sexta, das 8h às 17h. O monitoramento é diário e será realizado até o fim do contrato, que se encerra no segundo semestre de 2023. Ao final do contrato, a Administração Municipal vai avaliar a necessidade da continuidade do monitoramento diário ou poderá adotar vistorias periódicas em datas pontuais para acompanhar a cidade dali por diante.

Fonte: Prefeitura

Sair da versão mobile