Hortolândia retoma palestras educativas nas escolas municipais sobre Aedes aegypti no 2º semestre

Escolas da rede estadual, instituições particulares, associações, entidades e igrejas também podem solicitar e agendar a atividade com a UVZ  

Informação é uma arma eficiente no combate ao Aedes aegypti, transmissor de doenças como Dengue, Chikungunya e Zika. É por isso que a Prefeitura de Hortolândia retoma, em agosto, as palestras educativas sobre o tema nas unidades escolares da rede municipal de ensino. O trabalho é realizado pela UVZ (Unidade de Vigilância e Zoonoses), órgão da Secretaria de Saúde.

Anuncio


O veterinário do órgão, Evandro Alves Cardoso, explica que o trabalho educativo nas escolas municipais estava suspenso por causa da pandemia do Coronavírus. A realização das palestras será retomada a partir de agosto porque o órgão está focado nas ações de combate ao Aedes aegypti neste primeiro semestre, que é considerado o período de pico de transmissão das doenças. Por isso é necessário reforçar a eliminação do mosquito. 

As palestras dão orientações para as crianças sobre como elas podem ajudar no combate ao inseto. “Falamos sobre o ciclo de reprodução do mosquito, sobre os criadouros e quais os tipos. E principalmente reforçamos sobre as ações e cuidados que elas devem tomar em casa e na escola para evitar a proliferação do Aedes aegypti”, salienta Cardoso. O veterinário destaca que, a partir da palestra, cada escola define o tipo de trabalho ou ação sobre o tema a ser desenvolvido junto com as crianças.

A UVZ também realiza, gratuitamente, as palestras nas escolas da rede pública estadual de Educação, em instituições da rede particular de ensino, associações de bairro, igrejas e entidades beneficentes. Os interessados podem entrar em contato para mais informações e agendamento da palestra no órgão, por meio dos telefones (19) 3897-3312 / 5974, de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h.

Eliminação de criadouros 

A Prefeitura de Hortolândia continua com as ações de busca ativa e nebulização em diferentes regiões da cidade. Nesta semana, a UVZ faz busca ativa no bairro Jardim Nossa Senhora da Penha. Outras duas equipes do órgão percorrem nesta semana o bairro Jardim Firenze para realizar nebulização. As ações são feitas em regiões onde foram notificados casos positivos de Dengue.

A busca ativa consiste em visitas dos agentes da UVZ às casas para fazer a busca e a eliminação de possíveis criadouros do Aedes aegypti. O objetivo é eliminar o inseto ainda na fase de larva. Caso sejam encontradas larvas, algumas são recolhidas para identificação em laboratório. De acordo com o órgão, 80% dos focos de criadouros do inseto estão nas casas das pessoas.

A UVZ reforça a solicitação para que os moradores permitam a entrada dos agentes em suas residências. A ação é importante para evitar o ciclo de reprodução do mosquito. O órgão reforça ainda que os agentes estão identificados com crachá e uniforme. 

A Prefeitura orienta a população para ficar atenta contra golpes. Nas visitas, os agentes não solicitam nenhum dado bancário ou informação pessoal dos moradores. Eles entram nas casas somente para realizar a busca ativa. Em caso de dúvidas e para saber em quais regiões serão realizadas as ações, os moradores podem entrar em contato com a UVZ pelos telefones (19) 3897-3312 ou (19) 3897-5974.

Já na nebulização, os agentes entram nas casas para espalhar no ar um tipo de inseticida para eliminar os mosquitos já adultos. Na ação, os agentes utilizam nebulizadores costais motorizados para espalhar o inseticida em forma de vapor.

De acordo com dados da Vigilância Epidemiológica, órgão também da Secretaria de Saúde, o município registra neste ano 1.760 casos notificados de Dengue, dos quais 449 casos positivos. Já de Chikungunya, o município tem 4 casos notificados, sendo um positivo. Neste ano, o município ainda não registra nenhuma notificação de Zika e nenhum óbito das três doenças.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Sair da versão mobile